Início Inovação Vendas de computador norueguês para idosos disparam na pandemia

Vendas de computador norueguês para idosos disparam na pandemia

Parecido com um rádio antigo, KOMP tem apenas um botão e é controlado por quem faz a chamada, o que ajuda quem não sabe usar smartphones

Fundada em 2015, a startup norueguesa No Isolation (“Nada de Isolamento”, em tradução livre) criou um computador simples, com apenas um botão, para ajudar na comunicação de pessoas mais velhas, pouco habituadas a novas tecnologias, com parentes e amigos. Desenvolvida para ajudar a diminuir a sensação de solidão dos idosos, a máquina surgiu bem antes do aparecimento do novo coronavírus, mas, com as medidas de isolamento social adotadas na pandemia, suas vendas dispararam.

Batizado de KOMP, o equipamento, que se parece com um aparelho antigo de rádio ou TV, permite aos usuários receber fotos, vídeos, mensagens e também chamadas. Entre março e abril, a No Isolation vendeu 1,8 mil unidades do aparelho, quase o triplo das 650 comercializadas em todo o ano passado, registra a Forbes. Hoje, além da Noruega, ele está disponível na Dinamarca, Suécia, Holanda e Reino Unido.

Ao contrário de tablets ou smartphones, o KOMP é controlado de maneira remota pela pessoa que faz a ligação ou envia o vídeo. Assim, para usar a máquina, os idosos não precisam ter qualquer conhecimento sobre telas sensíveis ao toque e outras modernidades. Para aceitar uma chamada, basta que o idoso aguarde a contagem regressiva que aparece na tela de 17 polegadas de seu computador. Como diz o slogan do produto, trata-se de “tecnologia revolucionária – para quem não cresceu com ela”.

Uso cresceu na pandemia

O sucesso do KOMP para ajudar a combater o isolamento dos idosos na pandemia não é comprovado apenas pelo crescimento das vendas. Segundo Karen Dolva, CEO e uma das fundadoras da empresa, antes da covid-19, em média, cada aparelho recebia duas chamados por vídeo por semana; agora, a média é de nove chamadas semanais. O envio de fotos – uma de suas funcionalidades mais populares, utilizada especialmente por netos que mandam imagens para seus avós – também cresceu. A média passou de 11 para 18 fotos por semana.

No Reino Unido, cada aparelho custa £ 599 (R$ 4,1 mil); as entregas têm sido feitas em duas semanas. Além do KOMP – que já vendeu 3,3 mil unidades desde seu lançamento, em 2018 – a startup também criou o AV1, um robô de companhia para crianças que têm doenças de longa duração.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia também

direito ao esquecimento bandeira da Suécia

“Direito ao esquecimento” faz Google levar multa recorde na Suécia

0
Na última semana, o descumprimento do chamado "direito ao esquecimento" fez o Google levar uma multa sem precedentes na Suécia. Com base em uma...
- Publicidade -