Suécia é o melhor país para as mulheres, diz novo ranking

Na lista elaborada pela revista CEOWORLD, quatro dos dez primeiros colocados são países nórdicos

0
611
A capital sueca, Estocolmo: países nórdicos costumam ser eleitos os melhores para as mulheres em diferentes comparativos
A capital sueca, Estocolmo: países nórdicos costumam liderar comparativos sobre igualdade de gênero (Foto: Yoko Correia Nishimiya)

A Suécia está no topo da lista dos melhores países para as mulheres, de acordo com um novo ranking, publicado no último fim de semana pela revista americana CEOWORLD. No comparativo produzido pela publicação, os países nórdicos apareceram em destaque também quando analisados em conjunto. Além da Suécia, primeira colocada, Dinamarca, Noruega e Finlândia ficaram em segundo, quarto e sexto lugares, respectivamente.

Para elaborar o ranking, a revista, voltada a líderes empresariais, consultou 256,7 mil mulheres em todo o mundo. O levantamento considerou nove quesitos: igualdade de gênero, representação feminina no Parlamento, sensação de segurança (mulheres com 15 anos ou mais que relatam sentir-se seguras enquanto andam sozinhas à noite), igualdade salarial, direitos humanos, escolaridade, proporção de mulheres com 25 anos no mercado de trabalho, empoderamento feminino e inclusão.

“Como esperado, os países escandinavos dominaram a lista”, diz a CEOWORLD. De fato, em outros levantamentos sobre o tema, as nações da região invariavelmente aparecem em destaque. O Fórum Econômico Mundial, por exemplo, elabora, entre outros, o ranking dos países com a menor diferença salarial entre homens e mulheres. Na edição mais recente desse comparativo, Islândia, Noruega, Finlândia e Suécia apareceram, nessa ordem, nos quatro primeiros lugares.

Já na última edição do Índice de Mulheres, Paz e Segurança (WPS Index, no original em inglês), foi a Noruega que apareceu como o melhor país para a mulheres viverem. O levantamento foi feito pelo Instituto de Mulheres, Paz e Segurança, ligado à Universidade Georgetown, dos Estados Unidos, e pelo Instituto de Pesquisa da Paz de Oslo. Dos dez primeiros colocados, cinco são escandinavos: Finlândia (3°), Dinamarca (4°) e Islândia (5°) e Suécia (9°).

Ao todo, o ranking da CEOWORLD tem 156 países. O Brasil ficou em 59° lugar e a República Centro-Africana apareceu em último lugar. Clique aqui para ver a lista completa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui