Suécia lança edital e busca projetos de pesquisa brasileiros

Bioeconomia, mineração sustentável, saúde e cidades inteligentes são os alvos da iniciativa; prazo para envio de propostas vai até 30/11

0
467
O edital foi lançado pela Agência de inovação da Suécia e pela Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii)

A Suécia quer financiar projetos de pesquisadores brasileiros nas áreas de bioeconomia, mineração sustentável, saúde e cidades inteligentes. O edital de cooperação foi lançado em conjunto pela Agência de Inovação da Suécia (Vinnova) e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

A chamada foi aberta em duas frentes. As iniciativas lideradas por parceiros suecos e aprovadas pela Vinnova receberão, no total, até 6 milhões de coroas (R$ 3,3 milhões, segundo o câmbio atual); o valor máximo por projeto será de 2 milhões de coroas, o equivalente, hoje (29/4), a R$ 1,1 milhão. Sob a parceria, as propostas lideradas por parceiros brasileiros e aprovados pela Embrapii terão direito a uma contrapartida equivalente à destinada aos suecos.

O edital é voltado a pesquisadores, empresas e institutos de pesquisa da Suécia e do Brasil. No caso dos brasileiros, as propostas devem seguir o modelo da Embrapii. Os passos são:

1) identificar o parceiro internacional, no caso da Suécia;

2) identificar a unidade da Embrapii que tem a competência tecnológica para desenvolver o projeto;

3) apresentar sua proposta à unidade da Embrappi;

4) caso a unidade aceite a proposta, negociar os termos do desenvolvimento do projeto (cronograma, valor do projeto, etc);

5) observar o calendário dos prazos da chamada;

6) quando a negociação com a unidade estiver encaminhada, a unidade entrará com os dados do projeto no sistema de informática da Embrappi.

Mais informações sobre a etapa brasileira do edital estão disponíveis no site da Embrapii; o edital da etapa sueca está disponível na página da Vinnova. A plataforma Sweden Brazil Innovation Initiative tem ainda nomes de potenciais parceiros suecos para a iniciativa. O Escritório de Ciência e Inovação na Embaixada da Suécia também pode ajudar a tirar dúvidas.

O prazo para o envio de propostas vai até o dia 30 de novembro. O início dos trabalhos está previsto para 15 de janeiro do próximo ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui