Início Inovação Projeto dinamarquês prevê armazenamento de CO2 em campos marítimos

Projeto dinamarquês prevê armazenamento de CO2 em campos marítimos

O primeiro sistema de armazenamento de carbono da Europa poderia operar já em 2021. Isso porque a ação já conta com o apoio de 29 organizações ao chamado projeto Greensand. Agora o piloto está em andamento, com início potencial por volta do quarto trimestre de 2021, sujeito à implementação dos acordos descritos no Acordo Dinamarquês do Mar do Norte de dezembro de 2020.

O consórcio de entidades pretende começar a armazenar CO2 em um campo de gás do Mar do Norte, na Dinamarca, a partir de 2022 para apoiar as metas dinamarquesas de reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Este será o primeiro projeto piloto de captura e armazenamento de carbono climático de cadeia completa da Europa, que ainda precisa de aprovação do governo.

A INEOS Energy, Wintershall Dea e um consórcio de 29 empresas, institutos de pesquisa e universidades assinaram em 17 de agosto um acordo para apoiar a próxima fase do projeto piloto Greensand para demonstrar o armazenamento seguro e permanente de CO2.

Para avançar, o consórcio Greensand vai submeter o projeto à análise do Programa de Demonstração e Desenvolvimento de Tecnologia de Energia na Dinamarca. Após a aprovação, o grupo prevê o início dos trabalhos até o final de 2021, com o piloto de injeção offshore ocorrendo no final de 2022.

“Greensand reuniu um forte consórcio de 29 empresas, com fortes competências em pontos-chave da Dinamarca e ao redor do mundo. Estamos fazendo isso passo a passo. Com o consórcio estabelecido, e se tivermos sucesso em receber apoio contínuo do governo dinamarquês e do conselho consultivo, Greensand será capaz de dar mais um passo importante no apoio à Estratégia Climática dinamarquesa”, disse Mads Weng Gade, diretor Comercial da INEOS Energy na Dinarmarca.

A maioria do Parlamento dinamarquês decidiu em dezembro de 2020 reservar um fundo especial de financiamento para apoiar um projeto piloto de armazenamento de CO2 na Dinamarca, com o objetivo de investigar a interação reservatório-CO2 no Mar do Norte dinamarquês. Este projeto-piloto, se projetado corretamente, pode servir de base para uma decisão, para permitir o armazenamento de CO2 até 2025.

O Projeto Greensand está entre os pioneiros dos projetos de armazenamento de CO2 na Europa. O projeto tem o potencial de dar uma contribuição significativa para a nossa compreensão e crescimento da tecnologia de armazenamento de carbono, ao mesmo tempo que apoia as metas mais amplas de redução de emissões de CO2 da Dinamarca para 2030 e além.

A Ineos Oil & Gas detém uma posição forte na Dinamarca, com produção de petróleo na área de Siri, incluindo os campos de Siri, Stine, Cecilie, Nini e Nini East. Uma plataforma no campo Nini poderia ser usada para este projeto piloto de armazenamento de CO2.

Outras nações da Europa apresentaram projetos de captura e armazenamento de carbono no passado, incluindo o Reino Unido e a Noruega.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia também

direito ao esquecimento bandeira da Suécia

“Direito ao esquecimento” faz Google levar multa recorde na Suécia

0
Na última semana, o descumprimento do chamado "direito ao esquecimento" fez o Google levar uma multa sem precedentes na Suécia. Com base em uma...
- Publicidade -