Preloader

Meio Ambiente e Sustentabilidade

Gotemburgo, na Suécia, é o destino turístico mais sustentável do mundo; veja ranking

sexta-feira, 4 de janeiro de 2019
Gotemburgo, na Suécia, é o destino turístico mais sustentável do mundo; veja ranking

Gotemburgo, na Suécia, é o destino turístico mais sustentável do mundo, segundo a versão mais recente do Global Destination Sustainability Index (GDS), revelado no fim do ano passado. Criado em 2016, o indicador reconhece práticas ambientalmente responsáveis na indústria de turismo de negócios e eventos. A segunda maior cidade sueca apareceu no topo do levantamento pela terceira vez seguida.

Com 530 mil habitantes em seu território e mais de 1 milhão em sua região metropolitana, Gotemburgo alcançou uma pontuação geral de 94% no índice, que mede e compara estratégias, políticas e desempenho de sustentabilidade social e ambiental das cidades avaliadas. Entre seus trunfos estão o fato de que quase todos os seus hotéis têm certificações que atestam boas práticas de sustentabilidade e o de que cerca de 65% de todo o transporte público utilizar fontes renováveis de energia.

"Gotemburgo é uma das cidades mais progressistas do mundo quando se trata de questões climáticas e ambientais. A meta da região é ser independente de combustíveis fósseis até 2030, e Gotemburgo foi a primeira cidade no mundo a emitir os chamados bônus verdes para acelerar os investimentos em soluções para o clima", diz o texto do GDS Index.

As cidades escandinavas dominaram o ranking por completo, ocupando todas as seis primeiras posições. Depois de Gotemburgo aparecem, pela ordem, Copenhague (Dinamarca), Reykjavik (Islândia), Oslo (Noruega), Helsinque (Finlândia) e Uppsala (Suécia), empatadas na quinta posição, e Malmö (Suécia). Fora da região, as primeiras cidades citadas são Zurique (Suíça) e Glasgow (Escócia), que aparecem juntas em sétimo lugar.

O GDS Index foi criado pela Associação Internacional de Congressos e Convenções (ICCA, na sigla em inglês) e pelas empresas IMEX e MCI, especializadas em convenções e eventos corporativos. Em sua última versão, 47 cidades foram avaliadas - não há brasileiras na lista.

Clique aqui para saber mais sobre o indicador.