Preloader

Meio Ambiente e Sustentabilidade

Em nova "manutenção", Ilhas Faroe atraem 6 mil voluntários

quinta-feira, 21 de novembro de 2019
Em nova "manutenção", Ilhas Faroe atraem 6 mil voluntários

Em abril deste ano, ao longo de três dias, um grupo de 100 voluntários visitou as Ilhas Faroe não (apenas) para conhecer o arquipélago, que é controlado pela Dinamarca, mas para trabalhar em sua manutenção. Com o sucesso da iniciativa, que recebeu 3 mil inscrições, os responsáveis pelo turismo no território decidiram repetir a dose - e o projeto ficou ainda concorrido: em apenas 24 horas, quase 6 mil pessoas manifestaram seu interesse de atuar voluntariamente na limpeza e conservação de alguns de seus pontos mais visitados.

As inscrições para a segunda edição do "fechamento para balanço" das Ilhas Faroe, que será realizada entre 15 e 17 de abril, se encerraram na semana passada. Espalhados por 95 países, os candidatos tinham entre 18 e 77 anos de idade e ocupações das mais diversas, de estudantes a diplomatas, de contadores a diretores de cinema.

LEIA TAMBÉM:
Finlândia promove turismo engajado em sua nova campanha
Ilha sueca oferece hospedagem gratuita a quem quer buscar inspiração
Mergulho na Islândia é um dos melhores passeios do mundo - e quem diz são os turistas

"Estamos mais uma vez encantados com a incrível quantidade de pessoas dispostas a renunciar ao seu precioso tempo para vir nos ajudar", disse Guðrið Højgaard, da Visit Faroe Islands, órgão responsável pelo turismo no arquipélago. "Somos muito gratos a todos que se inscreveram e prometeram seu apoio e, embora não possamos receber todos no projeto de 2020, queremos continuar com essas iniciativas anualmente."

O programa lançado em 2019 fez parte de um movimento mais amplo do conselho de turismo das ilhas para criar um futuro sustentável para sua indústria de turismo. Os voluntários trabalharam ao lado de moradores do arquipélago em dez locais. Eles participaram de atividades que incluíram recuperar e criar trilhas para caminhadas, montar pontos de observação e instalar placas de sinalização.

No ano que vem, 14 dos pontos turísticos mais populares das ilhas serão fechados ao público no fim de semana de manutenção. A lista inclui o caminho para o topo de Slættaratindur, a montanha mais alta do arquipélago. Com partes que são difíceis para escalar com segurança, Slættaratindur receberá novas marcações.

Os 100 voluntários, que serão escolhidos nesta semana de maneira aleatória, receberão hospedagem, alimentação e transporte gratuitos nas ilhas durante o período de três noites. Os selecionados terão que bancar o custo da viagem até as ilhas.

Ficou interessado em participar da iniciativa, mas perdeu o prazo de inscrição? Os voluntários podem se inscrever neste link para receber por email um aviso da abertura do programa para 2021.