Preloader

Sociedade

Banco Mundial: escandinavos estão entre os melhores para empresas

sexta-feira, 25 de outubro de 2019
Banco Mundial: escandinavos estão entre os melhores para empresas

Dos dez países do mundo em que é mais fácil fazer negócios, três são escandinavos: Dinamarca (na foto, a cidade de Aarhus), Noruega e Suécia. O destaque do trio escandinavo apareceu na nova edição do ranking Doing Business, divulgada nesta quinta-feira. A pesquisa, realizada pelo Banco Mundial, avalia as facilidades (e dificuldades) oferecidas aos empreendedores.

Dinamarqueses e noruegueses mantiveram-se entre os dez primeiros - neste ano, eles apareceram em quarto em nono lugares, respectivamente. A novidade nesse grupo é a Suécia, que subiu duas posições e ficou em décimo. Em um estudo com 190 países, Finlândia e Islândia também tiveram bom desempenho, ficando em 20 e 26 lugares, respectivamente.

LEIA TAMBÉM:
Scandinavian Day debate visão escandinava sobre valores e negócios
Sete empresas escandinavas entram no "ranking da boa fama"
Em "cultura de negócios", Dinamarca, Noruega e Finlândia são os países menos complexos do mundo

O relatório anual Doing Business mede o impacto de leis, regulações e burocracia no funcionamento das empresas. Ao todo, dez itens integram o comparativo, entre os quais estão o número de dias gastos na abertura de empresas, no pagamento de impostos e na obtenção de alvarás de construção e a facilidade para a obtenção de crédito.

Na análise individual de cada quesito, a Dinamarca ficou em primeiro lugar - ao lado de mais 16 países - no comparativo do comércio internacional. A melhor colocação da Noruega foi o terceiro lugar em execução de contratos, que mede o tempo e o custo de disputas comerciais nos tribunais e a qualidade desses processos judiciais. A Suécia, por sua vez, treve sua melhor nota em registro de propriedades, quesito em que o Banco Mundial avalia, por exemplo, a agilidade para a transferência de titularidade de um imóvel corporativo.

Nova Zelândia, Cingapura e Hong Kong, nesta ordem, ficaram nas três primeiras posições. O Brasil, ainda que tenha melhorado sua nota ligeiramente entre as edições de 2018 e 2019 do levantamento, caiu nada menos que 15 posições, passando de 109° para 124°.

Clique aqui para ler o Doing Business na íntegra.

SCANDINAVIAN DAY 2019 - CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E SAIBA COMO PARTICIPAR

Clique e saiba como participar do Scandinavian Day 2019