Preloader

Sociedade

Conheça Teemu Pukki, o goleador tardio do futebol finlandês

quarta-feira, 16 de outubro de 2019
Conheça Teemu Pukki, o goleador tardio do futebol finlandês

Nesta terça-feira, a seleção da Finlândia deu um passo enorme para conquistar uma vaga na Eurocopa 2020 ao derrotar a Armênia por 3 a 0. No jogo disputado na cidade finlandesa de Turku, mais uma vez o brilho maior foi de Teemu Pukki, autor de dois gols que atestam seu talento de artilheiro: em ambas as jogadas, ele teve frieza e, com uma cavadinha, tocou a bola por cima do goleiro. A Finlândia está em segundo lugar no grupo I, com 15 pontos, liderado pela Itália. Se vencer um dos dois jogos que lhe restam - contra Liechtenstein e Grécia -, conquistará o direito de participar do torneio europeu de seleções pela primeira vez na história.

Pukki é a maior estrela do futebol finlandês da atualidade. Aos 29 anos - ele completará 30 em março do ano que vem -, o atacante chegou ao ápice de sua carreira em um momento em que muitos atletas já começam a entrar em trajetória descendente. Além de ser a referência no ataque da seleção de seu país, ele é hoje um dos destaques da Premier League, a rica liga inglesa, mesmo atuando pelo Norwich, uma das equipes mais modestas da competição. Até o momento, ele tem seis gols na liga - Sergio Agüero e Tammy Abraham, os artilheiros, que atuam por clubes muito mais ricos e de maiores ambições (Manchester City e Chelsea, respectivamente), têm oito cada um.

LEIA TAMBÉM:
Seleção de futebol iguala premiações de homens e mulheres - na Finlândia
Futebol: conheça Pia Sundhage, a sueca que comanda a seleção brasileira feminina
Como um clube dinamarquês pode ajudar a desenvolver o futebol nos EUA

Um episódio recente dá mostras de seu protagonismo. Pouco depois de um discurso que fez no Palácio Élysée, a residencial oficial da presidência da França, sobre o combate às mudanças climáticas, o primeiro-ministro finlandês Antti Rinne levantou-se para cumprimentar o presidente francês Emmanuel Macron e deu a ele um presente: uma camisa de Teemu Pukki.

A trajetória do atacante foi acidentada, ainda que desde seu início, nas catagorias de base do clube finlandês KTP, seu talento já fosse reconhecido. Com apenas 17 anos, ele assinou contrato com o Sevilla, um dos principais clubes da Espanha, mas não teve muitas oportunidades. Em 2010, foi repatriado pelo HJK, de Helsinque, o maior clube da Finlândia, e no ano seguinte foi artilheiro do campeonato do país. Depois, teve passagens sem muito brilho por Schalke 04 (Alemanha) e Celtic (Escócia).

Em 2014, ele chegou ao Brøndby, da Dinamarca, e começou a mudar sua história. Após dois anos apenas razoáveis, com 23 gols em 74 partidas, nas duas temporadas seguintes Pukki virou figura essencial no clube: 2016 e 2018, período em que conquistou uma edição da Copa da Dinamarca, ele marcou 46 gols em 88 jogos.

O jogador chegou ao Norwich no ano passado para tentar levar a equipe de volta à elite do futebol inglês. Ele não só conquistou o título da English Football League Championship (a segunda divisão da Inglaterra) como foi artilheiro da competição, com 29 gols. Somadas suas atuações pelo clube e pela seleção finlandesa, Pukki marcou 44 gols em 66 jogos disputados desde que ele se transferiu para o futebol inglês, o que faz do atacante um dos artilheiros mais prolíficos do futebol mundial na atualidade.

Com a seleção de seu país, Teemu Pukki está bem perto de uma conquista inédita, que, a se confirmar, ficará marcada na história. Com os Canários, como o Norwich é conhecido, o objetivo é mais modesto: assegurar a permanência na elite inglesa (no momento, a equipe está em penúltimo lugar na Premier League, a despeito dos gols do finlandês).

Isso não reduz a idolatria com o atacante. Os torcedores do Norwich o chamam de "GOAT", uma dupla brincadeira com seu nome: Pukki é uma corruptela da palavra "bode" em finlandês (ou, em inglês, "goat") e GOAT são também as iniciais de Greatest Of All Time - ou "o maior de todos os tempos".