Preloader

Sociedade

Luxo no gelo: finlandeses criam o hotel mais ao norte do mundo

terça-feira, 17 de setembro de 2019
Luxo no gelo: finlandeses criam o hotel mais ao norte do mundo

Com um projeto que abrirá as portas em 2020, uma agência de viagens da Finlândia adicionou mais um sinônimo para o termo exclusividade: o Polo Norte vai abrigar o North Pole Igloos, um hotel que ficará aberto apenas um mês por ano, composto por dez cúpulas aquecidas nas quais os hóspedes podem dormir sob as estrelas no centro congelado do Oceano Ártico. O preço da experiência? Três dias de estadia saem por € 95 mil, ou o equivalente a R$ 430 mil.

"O Polo Norte é um dos destinos de viagem mais exclusivos do mundo há anos, mas não existem acomodações agradáveis e confortáveis por lá", diz Janne Honkanen, fundadora da Luxury Action, empresa de viagens por trás do projeto. "Queríamos criar uma maneira mais confortável de experimentar o Polo Norte, trazendo instalações aconchegantes a condições extremas."

O hotel transitório vai abrir suas portas em abril do ano que vem e depois deve receber hóspedes apenas em 2021. Isso ocorre porque o Polo Norte é inacessível durante a maior parte do ano, mas pode ser visitado de helicóptero em abril e de navio durante junho e julho.

As visitações hoje são raríssimas. Por ano, apenas mil pessoas, em média, se aventuram a fazer um passeio em um dos pontos mais remotos do planeta. E aventura é mesmo o termo apropriado: os turistas se abrigam em tendas e precisam levar todo o equipamento necessário para manter a segurança em um ambiente hostil e congelado.

A proposta do North Pole Igloos passa longe disso. As cabanas artificiais aquecidas terão banheiro privativo, em um pacote que inclui ainda gerente de acampamento no local, guia da região selvagem do Ártico, chef e equipe de segurança. É quase certo que viajantes terão a oportunidade de ver as chamadas luzes do norte, já que a aurora boreal ainda é bastante ativa em abril. 

A programação prevê duas noites de estadia no arquipélago de Svalbard, no extremo norte da Noruega, a última fronteira antes da chegada ao Polo Norte, voos e logística de ida e volta, uma noite no hotel Igloos, além de todas as refeições e guias. Por questão de segurança, as cabanas não serão montadas em um local fixo. Em vez disso, elas serão transportadas para os pontos mais adequados, a depender das condições climáticas.

Os visitantes também têm a opção de passar algumas noites no Octola, hotel cinco estrelas que pertence à agência Luxury Action e está localizado na Lapônia finlandesa. Lá, os turistas poderão passar por um "treinamento" para a visita ao Polo Norte - mas esse adicional não está no pacote.