Preloader

Sociedade

O sueco Max Martin, um dos maiores hitmakers da história, vai estrear em musicais

segunda-feira, 12 de agosto de 2019
O sueco Max Martin, um dos maiores hitmakers da história, vai estrear em musicais

Paul McCartney e John Lennon são os dois compositores que mais vezes chegaram ao primeiro lugar das paradas americanas, referência internacional do mercado fonográfico. Talvez não haja nisso muita surpresa, já que os dois foram os responsáveis pelos maiores sucessos dos Beatles. Isso torna ainda mais notável o feito do sueco Max Martin, o terceiro colocado nesse ranking, com nada menos que 22 sucessos no topo das paradas - McCartney e Lennon tiveram 32 e 26, respectivamente. E, agora, o hitmaker vai estrear em um novo universo: o dos musicais.

Nascido em Estocolmo há 48 anos, Max - ou Karl Martin Sandberg, seu nome de batismo - é o autor de alguns dos maiores sucessos de estrelas como Taylor Swift, Adele, Katy Perry, Maroon 5, Justin Bieber, Robyn e The Weeknd. Sua estreia no primeiro lugar das paradas dos EUA foi com ...Baby On More Time, o hit de estreia da cantora Britney Spears, lançado em 1998, e seu primeiro lugar mais recente, de 2016, foi com Can't Stop the Feeling, de Justin Timberlake.

LEIA TAMBÉM:
Björk Digital: como é a mostra sobre a cantora islandesa que estreia no Brasil
Dinamarca quer criar regulação sobre conteúdo produzido por influenciadores digitais
Birgitte Tümmler, a dinamarquesa que transformou aves brasileiras em arte

Alguns desses sucessos farão parte da montagem de & Juliet, musical criado a partir da personagem de Romeu e Julieta, uma das obras mais famosas de William Shakespeare. O musical vai estrear em Manchester, na Inglaterra, no dia 10 de setembro, e depois, a partir de 20 de novembro, será encenado no Shaftesbury Theatre, em Londres.

Baseado em um livro do escritor e dramaturgo canadense David West Read, o musical desenvolve uma ideia instigante: e se, em vez de cometer suicídio, Julieta tivesse seguido sua vida? A participação de Max Martin tem feito a produção ser cercada de expectativa. No ano passado, a BBC registrou a produção de & Juliet com a pergunta: "Seria o musical de Max Martin o maior show pop de todos os tempos?"

O talento como compositor abriu ao sueco o caminho para o sucesso que talvez não tivesse vindo em sua tentativa inicial: a de vocalista de uma banda de rock. Nos anos 80, ele foi um dos fundadores do It's Alive, grupo de um nicho então de grande sucesso, o do chamado "glam metal" - ou, para seus detratores, o "metal farofa", em que os músicos cantavam sobre noitadas, bebidas e mulheres com um visual que incluía roupas coloridas e muito laquê no cabelo.

Mesmo que a experiência como vocalista de uma banda obscura já seja coisa de um passado distante, ela acabou servindo para sua futura carreira nos bastidores da indústria fonográfica. Em parte, segundo a BBC, a "fórmula secreta" de Martin inclui aplicar a dinâmica do metal às músicas pop. Isso significa evitar as repetições e incluir fortes contrastes entre o verso, mais calmo, e o refrão, mais barulhento.

Mas talvez o grande responsável por tantos sucessos seja seu modelo colaborativo de composição. Martin supervisiona uma grande equipe de escritores, que frequentemente recebem diferentes partes de uma música para desenvolver. Em outros momentos na história, o modelo de "linha de montagem" artística, como definiu a revista The New Yorker, já ajudou a criar o repertório de artistas como Frank Sinatra e Whitney Houston. Há inspiração no trabalho de Max Martin, mas também método e muita organização.

Clique aqui para saber mais sobre o musical & Juliet.