Preloader

Sociedade

Com unidade da dinamarquesa Nets, Mastercard faz a maior aquisição de sua história

terça-feira, 6 de agosto de 2019
Com unidade da dinamarquesa Nets, Mastercard faz a maior aquisição de sua história

A Mastercard anunciou nesta terça-feira (6/8) a compra de uma das operações da companhia dinamarquesa Nets, que fornece serviços para sistemas de pagamento. Fechado por € 2,85 bilhões (ou mais de R$ 12 bilhões), o negócio é a maior aquisição feita pela empresa de cartões de crédito em sua história, como registra a agência Bloomberg.

O acordo não é pelo controle total da Nets, e sim pela operação que inclui serviços de compensação, pagamento instantâneo e soluções de faturas eletrônicas voltadas à área corporativa. Com sede em Copenhague, a empresa tem forte atuação nos países escandinavos, que estão entre os mais avançados do mundo na adoção de sistema eletrônicos de pagamento.

LEIA TAMBÉM:
Com nova lei, Finlândia começa a regulamentar seu setor de criptomoedas
Dinamarca quer autorizar lojas e postos de gasolina a recusar pagamento em dinheiro
Na Suécia, 3 mil pessoas já usam microchips sob a pele

A Nets, que tem 3,4 mil funcionários e atende mais de 240 mil empresas, tem operações em Oslo (Noruega), Estocolmo (Suécia) e Helsinque (Finlândia), além de Tallinn, a capital da Estônia. Entre seus principais estão bancos, companhias privadas, redes de varejo e o setor público.

Para a Mastercard, o negócio tem importância estratégica. Segundo registra o jornal Financial Times, Michael Miebach, diretor de produtos e inovação da empresa, diz que a aquisição faz parte de um processo de mudança que fará com que a Mastercard passe de uma companhia de pagamentos com cartões para um grupo que oferece serviços de pagamento "multicanais", atendendo comerciantes, bancos e governos.

O setor de tecnologia financeira está se consolidando rapidamente, com pagamentos globais estimados em US$ 3 trilhões por ano até 2023, estima a consultoria McKinsey. O crescimento ocorre à medida que mais pessoas trocam o dinheiro em espécie por pagamentos digitais para compras feitas tanto em plataformas online quanto em lojas físicas.