Preloader

Inovação

Finlândia é, mais uma vez, escolhida para receber novo data center do Google

quinta-feira, 30 de maio de 2019
Finlândia é, mais uma vez, escolhida para receber novo data center do Google

A Finlândia transformou-se de vez em chamariz para os investimentos do Google. A gigante de tecnologia escolheu o país para construir seu mais novo data center, no qual ela vai investir € 600 milhões (o equivalente a R$ 2,6 bilhões). O anúncio foi feito na última segunda-feira.

A estrutura será instalada na cidade de Hamina, onde a companhia já está presente com um outro data center. A unidade anterior recebeu investimento de € 800 milhões (ou R$ 3,5 bilhões), dinheiro que foi utilizado para converter em centro de dados uma antiga fábrica de papel da Stora Enso, vendida ao Google em 2009. A unidade fica próxima da fronteira com a Rússia.

LEIA TAMBÉM:
Dinamarca quer que Apple, Facebook e Google paguem por novos parques eólicos
Com o 5G ainda engatinhando no planeta, Finlândia já mergulha na telefonia 6G
Microsoft e Amazon rendem-se ao apelo da inovação da Suécia

“A demanda pelos serviços do Google está crescendo diariamente e estamos construindo infraestrutura de data center para atender essa demanda”, afirmou, em comunicado, Antti Jarvinen, diretor do Google na Finlândia.

Assim como o anterior, o novo data center da empresa em Hamina será projetado para utilizar a água do mar do Golfo da Finlândia para reduzir o uso de energia e ter uma operação mais eficiente. O complexo será alimentado por energia renovável adquirida de três novos parques eólicos finlandeses, segundo a companhia informou em 2018.

O Google e as demais grandes empresas de tecnologia têm ampliado seus investimentos na infraestrutura de armazenamento de dados para dar conta do aumento da demanda trazido pelo uso crescente da chamada computação na nuvem. Os serviços oferecidos pelo Google incluem e-mail, mapas, pesquisa e fotos, além da plataforma de vídeos YouTube.

A expansão na Finlândia ocorre no momento em que o Google investe no Stadia, seu serviço de streaming de games. Um alto investimento em data centers é a única forma de o serviço ser oferecido com precisão e estabilidade, elementos-chave para os fãs de jogos eletrônicos.

A empresa tem hoje 58 data centers espalhados pelo mundo. Só na Europa, ela investiu € 4,3 bilhões em cinco dessas instalações desde 2007.