Preloader

Escandinávia e Brasil

Noruega aumenta repasse ao Fundo Amazônia e doa US$ 70 milhões

Noruega aumenta repasse ao Fundo Amazônia e doa US$ 70 milhões

O governo da Noruega anunciou nesta terça-feira (4/12) a doação de US$ 70 milhões para o Fundo Amazônia, criado em 2008 para apoiar projetos de redução do desmatamento e incentivar o uso sustentável dos recursos naturais da região amazônica. O valor é maior que o anunciado em 2017, segundo comunicado do Ministério do Meio Ambiente brasileiro, quando o governo da Noruega anunciou aporte de US$ 41,8 milhões.

O aumento, de acordo com o comunicado, é um reconhecimento pela redução de 12% no desmatamento no intervalo entre agosto de 2016 a julho de 2017 em comparação com o mesmo período do ano anterior. Aumentos e reduções dos aportes de acordo com os resultados do combate ao desmatamento fazem parte das regras do fundo.

“Além de incentivar os esforços de aplicação da lei, precisamos mobilizar todos os segmentos da sociedade na luta contra infrações ambientais e na defesa do desenvolvimento sustentável da Amazônia”, disse, em comunicado, o ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte.

Desde o início do apoio da Noruega, o Brasil evitou a emissão de mais de 4,5 bilhões de toneladas de CO2 por meio da redução do desmatamento, quase 100 vezes as emissões anuais do país escandinavo. O apoio norueguês ao Fundo Amazônia, ao lado das doações da Alemanha e da Petrobras, permitiu o aumento dos esforços de comando e controle contra o desmatamento ilegal na floresta tropical, como a extração ilegal de madeira e mineração de ouro.

“É encorajador que o Brasil tenha conseguido reduzir o desmatamento na Amazônia no ano passado, apesar de estar numa situação econômica desafiadora”, afirmou o ministro do Clima e Meio Ambiente da Noruega, Ola Elvestuen.

(Foto: Rodrigo Kugnharski)