Preloader

Meio Ambiente e Sustentabilidade

Conheça o Sion, o carro elétrico feito na Suécia que é autossuficiente e 100% reciclável

terça-feira, 23 de abril de 2019
Conheça o Sion, o carro elétrico feito na Suécia que é autossuficiente e 100% reciclável

Em breve, uma fábrica sueca levará às ruas um carro não apenas elétrico, mas autossuficiente. O Sion tem sido apresentado como o primeiro veículo com produção em série - e não apenas protótipo - que será movido tanto com eletricidade de fonte externa quanto com módulos de energia solar. O modelo será comercializado por € 25,5 mil, ou o equivalente a R$ 110 mil.

O Sion foi desenvolvido pela startup alemã Sono Motors e será produzido na fábrica da National Electric Vehicle Sweden (NEVS) localizada na cidade de Trollhättan. A NEVS é a empresa que em 2012 assumiu os ativos da montadora Saab, que na época estava em processo de falência. 

LEIA TAMBÉM:
Elétricos lideram pela primeira vez as vendas de carros novos na Noruega
Até 2024, um em cada cinco finlandeses pretende se desfazer de seus carros
Conheça a Koenigsegg, a fabricante sueca de supercarros que quer desbancar a Ferrari

Na Suécia, carros a diesel ou gasolina serão peça de museu a partir de 2030

O projeto está em desenvolvimento efetivo desde 2016, mas a ideia de criação de um carro autossuficiente já havia sido concebida pelos fundadores da Sono Motors quatro anos antes. Ainda que fabricação esteja programada para começar no segundo semestre de 2020, o modelo já está em pré-venda

A carroceria do veículo é coberta por 248 módulos solares. Eles abastecem uma bateria que permite ao motorista rodar 34 quilômetros por dia, um complemento aos 255 quilômetros, em média, que o Sion tem de autonomia com a energia elétrica. Além de sustentável na propulsão, o modelo terá uma carroceria de alumínio leve, 100% reciclável.

Sono Motors e NEVS têm um contrato de cooperação de oito anos, ao longo dos quais serão produzidos 260 mil veículos. Na fase inicial, a fábrica rodará em ritmo mais comedido, e para essa primeira etapa os interessados já fazem fila: desde o início da pré-venda, em 2017, já foram registradas 9,8 mil encomendas.