Preloader

Sociedade

Espada medieval é descoberta durante as obras em um esgoto na Dinamarca

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019
Espada medieval é descoberta durante as obras em um esgoto na Dinamarca

Na Idade Média, uma espada era um símbolo de status, carregada tanto dentro quanto fora do campo de batalha e frequentemente enterrada com seu dono como um bem precioso. Dado esse prestígio, não deixa de ser uma surpresa considerável a descoberta de uma espada medieval, com idade estimada em mais de 800 anos, em um esgoto na Dinamarca.

Como relata o site Live Science, a relíquia foi encontrada pelo encanador Jannick Vestergaard e o engenheiro Henning Nøhr, que trabalhavam nas tubulações de uma rua de Aalborg, a quarta maior cidade dinamarquesa.

LEIA TAMBÉM:
Menina de 8 anos recebe recompensa depois de encontrar na Suécia espada viking de 1500 anos

Depois de achada, a espada foi examinada por Kenneth Nielsen, um arqueólogo do Museu Histórico da Jutlândia do Norte, informa o Smithsonian.com. Em um comunicado, Nielsen disse que a espada foi encontrada em uma camada de lixo que se formou no topo da camada mais antiga de calçada que passa pela Algade, uma das ruas centrais da cidade. "Os resultados daqui sempre apontam para 1300", explicou ele, informando o ano estimando de produção da peça.

Mas é possível que ela tenha sido forjada até antes disso. Especialistas acham que a espada pode ter sido usada já no século XII, sugerindo que ela teria tido uma história rica quando foi descartada no solo em Aalborg. E, embora a relíquia não tenha sido enterrada no túmulo de um guerreiro, como é típico de artefatos como esse, o museu diz que ela está “completamente intacta e bem preservada” - tão bem preservada, aliás, que a lâmina de dois gumes ainda está afiada.

Com 112cm de comprimento e pesando pouco menos de 1kg, a espada foi feita com uma ranhura chamada em dinamarquês de "blodrille", ou "canaleta de sangue" - que, apesar de seu nome macabro, apenas ajudou a deixar a arma mais leve. Um botão em forma de disco fica no extremo do punho, e uma barra de metal sobre a lâmina teria protegido a mão do dono. A qualidade da peça é, segundo o museu, “extremamente alta”.

Como essa arma de luxo acabou no lodo, em meio ao esgoto? Os especialistas não podem dizer com certeza, mas Nielsen sugere que ela pode ter sido perdida durante uma batalha violenta. Durante grande parte do século XIII, de acordo com o comunicado do museu, a Dinamarca foi marcada por lutas de poder que tinham "condições de guerra civil". A espada pode ter sido largada durante um desses conflitos. Segundo essa suposição, ela acabou afundando na lama e passou despercebida durante séculos.

Limpa e preservada, a espada já está em exposição no Museu Histórico de Aalborg - localizado, coincidentemente, na rua Algade, não muito longe de onde a peça foi descoberta. Os arqueólogos dizem que continuarão a acompanhar o trabalho que está sendo feito no esgoto da região para, quem sabe, encontrar novas relíquias.