Preloader

Inovação

Hotel sueco oferece quarto de graça para quem ficar longe das redes sociais

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019
Hotel sueco oferece quarto de graça para quem ficar longe das redes sociais

Você está em um dos melhores hotéis de Gotemburgo, na Suécia, em pleno inverno europeu, no Dia dos Namorados e em uma estadia absolutamente gratuita. Como não mostrar isso para os amigos usando Instagram, Facebook e outras redes sociais? Bom, você é livre para se exibir nas redes sociais, sim, mas isso tem um preço - e assim, com um simples post, adeus, quarto grátis.

A proposta, que não deixa de ser um misto entre ação de marketing e estudo sociológico, foi criada pelo Hotel Bellora. Com a iniciativa, o hotel quer estimular seus hóspedes a ficar longe das redes sociais para realmente aproveitar suas instalações e o clima de Gotemburgo em uma das datas mais românticas do ano - o Dia dos Namorados local é celebrado no chamado Valentine's Day, em 14 de fevereiro.

Segundo o site Hotel Designs, a ideia foi desenvolvida em parceria com a Länsförsäkringar, companhia de seguros sueca que tem feito várias campanhas para promover a saúde, inclusive em relação ao tempo excessivo que passamos ligados ao mundo digital. A promoção previa candidaturas dos hóspedes para participar do projeto, já que apenas um quarto, batizado de Check Out Suite, fará parte da experiência. As inscrições se encerraram nesta quarta-feira. 

Quem for escolhido terá de conectar seu smartphone à rede wi-fi do hotel. A partir daí, um sistema começará a contar quanto tempo essa pessoa fica na internet. O quarto usa uma lâmpada inteligente chamada Skärmfri - ou "livre de tela", em tradução literal -, que mede o tempo de conexão à rede. Ela vai ficar branca até o limite de 30 minutos de uso de internet por pessoa.

Em um cálculo para uma família de quatro pessoas, duas horas (meia hora por cada uma) são consideradas já um abuso, segundo estudos citados pelo hotel - e é aí que a luz fica vermelha. A partir desse momento, é bom preparar o cartão de crédito: se a luz ficar vermelha, o Bellora vai cobrar tarifa cheia pelo quarto, de 2400 coroas suecas (ou quase R$ 1 mil).

E então, vale a pena conhecer Gotemburgo e ter hospedagem gratuita em um dos melhores hotéis da cidade, desde que sem postar nada nas redes sociais, ou não dá para ter uma experiência como essa sem mostrar para os amigos?

Clique aqui para saber mais sobre a iniciativa.