Início Inovação Na Finlândia, cães detectam pessoas com Covid, e de forma melhor que...

Na Finlândia, cães detectam pessoas com Covid, e de forma melhor que os exames

Cachorros contra a Covid, e sem o incômodo cotonete nasal . É assim que o aeroporto internacional de Helsinque está testando, em um projeto piloto, os viajantes que chegam ao país: utilizando cães treinados em detectar pessoas com o novo coronavírus, através do odor.  Além de mais amigável, o sistema pode ser mais eficiente. 

Finavia, a administradora do aeroporto, informa que os cães treinados são capazes de detectar uma pessoa infectada até cinco dias antes dos sintomas da doença causada pelo novo coronavírus, em um resultado melhor que o obtido em alguns exames laboratoriais. “Este pode ser um passo a mais no caminho para vencer covid-19 ”, disse o diretor do aeroporto Ulla Lettijeff, da Finavia, em entrevista no site da empresa.

A iniciativa surgiu após testes preliminares conduzidos por um grupo de pesquisa da Faculdade de Veterinária da Universidade de Helsinque ter determinado que os cães são capazes de cheirar o vírus com quase 100% de certeza. Os cães covid-19 do Aeroporto de Helsinque são treinados pela Wise Nose. A Nose Academy, a empresa start-up do grupo de pesquisa, está administrando a operação no aeroporto. No futuro, os cães da alfândega podem substituir os agentes atuais. Os testes oficiais de covid-19 com cães treinados só podem começar depois que uma emenda legislativa correspondente foi aprovada.

Somente viajantes voluntários passam pelo teste com os cães – os demais, realizam os exames tradicionais para detectar a Covid-19 ao chegar no país. E não há contato direto entre pessoas e cachorros: funcionários recolhem amostras de suor dos passageiros, que são colocados, em um ambiente separado, em um recipiente, onde o cachorro pode farejar a presença do vírus. Todo o teste é realizado, segundo a administradora do aeroporto, de forma anônima. 

No futuro, quatro cães trabalharão no aeroporto para a detecção de Covid. No total, 10 estão sendo treinados para o trabalho. “Os cães precisam descansar de vez em quando. Enquanto dois cães trabalham, os outros dois fazem uma pausa. O serviço é voltado principalmente para passageiros que chegam de fora do país ”, diz a empresa.

Quase todos os cães que atuam neste projeto já fizeram a detecção de odores antes.  Em Helsinque, uma das estrelas é um mestiço de galgos de 8 anos chamado Kössi, que aprendeu a identificar o cheiro da Covid-19 em apenas sete minutos. Estudos semelhantes estão sendo conduzidos em países como Reino Unido, Alemanha, França e Estados Unidos, mas apenas na Finlândia ele já está operacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia também

direito ao esquecimento bandeira da Suécia

“Direito ao esquecimento” faz Google levar multa recorde na Suécia

0
Na última semana, o descumprimento do chamado "direito ao esquecimento" fez o Google levar uma multa sem precedentes na Suécia. Com base em uma...
- Publicidade -