Início Sociedade Na Dinamarca, políticos e cidadãos debatem o futuro do país - cara...

Na Dinamarca, políticos e cidadãos debatem o futuro do país – cara a cara

E se, em vez de xingar os políticos nas redes sociais – e ser xingado por eles -, você os encontrasse pessoalmente para ouvi-los e também para falar, olho no olho, o que acha que seria melhor para o país? É querer demais? Não para os dinamarqueses, que criaram um evento para fazer exatamente isso: colocar lideranças políticas – de todas as colorações partidárias – e cidadãos juntos no mesmo espaço para discutir ideias para o futuro.

Até partir desta quinta-feira, integrantes do governo, prefeitos, líderes partidários, representantes de associações e entidades de classe, formadores de opinião e cidadãos comuns participam do festival Folkemødet (ou, em tradução literal, Reunião do Povo) na ilha de Bornholm. A programação, gratuita, vai até domingo.

LEIA TAMBÉM:
– Escandinavos lideram ranking global de liberdade de imprensa
– Mulheres vão ocupar 46% dos assentos do novo Parlamento finlandês
– Escandinavos brilham em ranking global de percepção da corrupção

Falar com os cidadãos e debater com adversários políticos é, definitivamente, coisa levada a sério pelos participantes do festival. A social-democrata Mette Frederiksen, por exemplo, líder da legenda que venceu as eleições parlamentares do último dia 5, simplesmente interrompeu as negociações de formação do futuro governo (do qual ela deve ser a primeira-ministra) para participar do evento, para o qual ela havia confirmado presença antes de saber que seu partido sairia vitorioso das urnas.

Além da programação com debates temáticos dos quais participam especialistas e agentes públicos, cada partido político dinamarquês tem direito a uma grande palestra no encontro. Assim, todas as lideranças, de direita, esquerda ou centro, podem passar sua mensagem. A Dinamarca tem dez partidos políticos com presença no Parlamento.

Criado em 2011, o Folkemødet nasceu a partir da inspiração de um outro festival do gênero, o Almedalen, realizado em Visby, na Suécia, desde 1968. A Finlândia e a Noruega também se inspiraram na iniciativa sueca – os finlandeses criaram um festival similar em 2006 e os noruegueses, em 2011.

Clique aqui e saiba mais sobre o Folkemødet.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia também

“Scandinavian Way” é finalista nos EUA do prêmio PR Daily Awards

0
O Scandinavian Way é um dos finalistas do prêmio internacional PR Daily Awards, criado para identificar os melhores projetos do mundo nas áreas de...