Islândia fez o sequenciamento genético de todos os casos de Covid-19 do país

0
50
País sequenciou todos os seus casos de Covi-19. (Foto: Trnava University )

Em um momento em que as preocupações do mundo se voltam para novas cepas e mutações do coronavírus, a Islândia dá o exemplo: fez o sequenciamento genético de todos os casos de Covid-19 do país. Em um trabalho incansável nos últimos dez meses, o país de 350 mil habitantes conseguiu fazer a análise genética das cerca de seis mil pessoas que contraíram o novo vírus.

O feito se deve aos esforços dos cientistas o laboratório do grupo biofarmacêutico islandês deCODE Genetics em Reykjavik. Todo o processo, do isolamento do DNA ao sequenciamento, pode levar até um dia e meio e permitiu à Islândia identificar 463 variantes distintas – que os cientistas chamam de haplótipos. Embora a variante sul-africana não tenha sido detectada na Islândia, 41 pessoas foram identificadas como portadoras da variante britânica.

“O sequenciamento das amostras é fundamental para nos ajudar a acompanhar o estado e o desenvolvimento da epidemia”, disse o ministro da Saúde, Svandis Svavarsdottir, em uma entrevista coletiva. 

A Islândia está muito à frente de todos os demais países graças ao seu investimento em tecnologia genética. O braço mais visível desta inovação é a empresa deCODE, que foi fundada em 1996 e já realizou o maior estudo genético de uma população: em 2015, para um estudo sobre risco de câncer, a empresa sequenciou todo o genoma de 2.500 islandeses e estudou o perfil genético de um terço da população do país.

“É muito fácil sequenciar esse genoma viral: são apenas 30.000 nucleotídeos, não é nada”, brinca Kari Stefansson, a fundadora e executiva-chefe da empresa de 71 anos, comparando com o genoma humano, que contém 3,4 bilhões de pares de nucleotídeos, ou moléculas orgânicas. Embora o sequenciamento rigoroso da Islândia tenha sido útil para rastrear a disseminação do vírus, ele ainda não levou a nenhuma descoberta científica importante para o deCODE.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui