Governo da Dinamarca dá aos municípios o direito de proibir carros a diesel

0
27
Cidades devem ter autonomia sobre restrições de veículos a diesel. (Foto: Teddy Osterblom via Unsplash)

O governo Dinamarquês deu mais um passo em busca de reduzir as emissões de gases no país: um novo projeto de lei ambiental que dará aos municípios permissão para criar suas próprias zonas de emissão zero. A expectativa é que as quatro maiores cidades do país, Copenhague, Aarhus, Odense e Aalborg, além de Frederiksberg, já estejam com projetos em desenvolvimento para banir os carros a diesel sem filtros de partículas em suas áreas.

Segundo informações do governo do país, algumas dessas cidades já contam com regiões com restrições para veículos maiores e poluentes, como ônibus e caminhões. 

O texto proposto pelo governo dinamarquês também inclui a proibição de fogões a lenha.  Ou seja, além de permitir que os municípios proíbam carros a diesel e gasolina, o projeto de lei também proibirá fogões a lenha produzidos antes de 2008 em áreas onde aquecimento distrital e gás natural são fornecidos.

O objetivo da proposta é ampliar os mecanismos de proteção ambiental e, claro, garantir a manutenção dos altos índices de qualidade de vida registrados na Dinamarca. Os detalhes do texto proposto pelo governo mostram que, além dessas restrições protetivas, há uma série de indicações para a criação de mais centros esportivos e parques de recreação nas cidades.

Esse texto, no entanto, chega acompanhado de uma medida controversa: a expansão do aeroporto de Copenhague. Ou seja, se por um lado pode haver redução de emissão de gases com as restrições para veículos a diesel, essa ampliação do terminal deve aumentar a poluição do ar na cidade devido ao maior fluxo de aeronaves.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui