Início Meio Ambiente e Sustentabilidade Gabão, o primeiro país africano a receber pela redução das emissões de...

Gabão, o primeiro país africano a receber pela redução das emissões de carbono

Com quase 90% do seu território coberto por florestas, o Gabão se tornou o primeiro país africano a receber pela redução na emissão de gases. E o financiador desta iniciativa é a Noruega, que já destinou US$ 150 milhões, decorrentes de um acordo fechado, via ONU, em 2019.

Como o país africano conseguiu demonstrar que reduziu o desmatamento entre 2016 e 2017, registrando queda em suas emissões de carbono no período, o país já recebeu a primeira parcela de US$ 17 milhões.

Este é o primeiro resultado pratico da Iniciativa Florestal da África Central (Cafi, na sigla em inglês), que conta com o apoio da ONU e o interesse dos países nórdicos em seu financiamento.

O valor, até o momento, é mais simbólico: esta primeira parcela equivale a 0,1% do PIB do Gabão. Mas é um passo significativo. Países como a Noruega querem ampliar este tipo de parceria. O objetivo é conseguir desfazer a lógica do desmatamento em grandes países florestais. 

Para os países nórdicos o importante é a reversão de uma tendência preocupante. A Noruega é a maior financiadora do Fundo Amazônia, sistema de compensação financeira por redução de desmatamento. Porém, por desentendimentos do governo brasileiro, o mecanismo está parado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia também

direito ao esquecimento bandeira da Suécia

“Direito ao esquecimento” faz Google levar multa recorde na Suécia

0
Na última semana, o descumprimento do chamado "direito ao esquecimento" fez o Google levar uma multa sem precedentes na Suécia. Com base em uma...
- Publicidade -