Início Meio Ambiente e Sustentabilidade Finlândia estabelece meta de se tornar livre de carbono até 2035

Finlândia estabelece meta de se tornar livre de carbono até 2035

O novo governo finlandês estabeleceu a meta de neutralizar as emissões de carbono do país até 2035. Antti Rinne, líder do Partido Social-Democrata, que encabeça a coalizão que saiu vitoriosa das eleições parlamentares realizadas em abril, disse nesta terça-feira (4/6) que é hora de "investir no futuro".

Defensores do clima saudaram o anúncio. "As pessoas exigiram uma ação climática mais rápida, e é isso que vamos conseguir", disse ao jornal britânico The Guardian Sini Harkki, gerente de programa finlandês do Greenpeace Nordic. "Construir a primeira sociedade sustentável e livre de fósseis do mundo exigirá muito mais do que belas palavras no papel, mas estamos determinados a fazer isso acontecer. É uma jornada emocionante, na qual queremos embarcar.”

LEIA TAMBÉM:
– Finlândia vai criar programa nacional de ensino sobre mudanças climáticas
– Até 2024, um em cada cinco finlandeses pretende se desfazer de seus carros
– Qualidade do ar de Islândia e Finlândia é a melhor do mundo, diz estudo

O anúncio do governo ocorre após uma eleição em que a crise climática surgiu como a preocupação número um dos eleitores finlandeses. Uma pesquisa do governo anterior, de centro-direita, apontou que 80% dos finlandeses sentiam que uma ação climática urgente era necessária, com 70% dos entrevistados dizendo que o novo governo deveria fazer mais.

Além de reduzir os investimentos em extração madeireira já planejados, a meta de carbono neutro para 2035 – que deve ser transformada em lei – exigirá que a Finlândia reduza radicalmente seu consumo de combustíveis fósseis e turfa. Somadas, essas duas fontes suprem cerca de 40% das necessidades de energia do país.

O programa prevê um aumento rápido na produção de energia eólica e solar, eletrificação dos sistemas de aquecimento e transporte e aumento de 10% no uso de bioenergia, principalmente a gerada por resíduos agrícolas e florestais. A meta não deve envolver a Finlândia na compra de créditos para projetos de redução de CO2 em outros países, disse o governo, embora isso esteja sujeito a uma revisão, programada para 2025.

As políticas públicas anunciadas pelo novo governo incluem uma grande elevação nos gastos públicos para investir em programas de assistência social e infraestrutura. As despesas serão elevadas em € 1,23 bilhão por ano – e ainda haverá mais € 3 bilhões em investimentos pontuais, notadamente na rede ferroviária, ao longo dos próximos quatro anos.

Para financiar o aumento dos gastos, o governo planeja elevar os impostos em € 730 milhões, grande parte por meio de impostos sobre combustíveis fósseis, e vender até € 2,5 bilhões em ativos estatais, de acordo com o documento, de 190 páginas. As metas incluem ainda elevar a taxa de emprego da Finlândia para 75%. Em abril, a taxa era de 72,4%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia também

direito ao esquecimento bandeira da Suécia

“Direito ao esquecimento” faz Google levar multa recorde na Suécia

0
Na última semana, o descumprimento do chamado "direito ao esquecimento" fez o Google levar uma multa sem precedentes na Suécia. Com base em uma...
- Publicidade -