Início Sociedade Escandinavos são os melhores países para criar filhos, diz estudo

Escandinavos são os melhores países para criar filhos, diz estudo

Qual é o melhor país do mundo para criar uma criança? Se o único item a ser avaliado é um sistema de ensino público bem desenvolvido, a resposta seria os Estados Unidos, que ocupou o primeiro lugar no quesito educação na nova edição da pesquisa que o grupo de mídia US News & World Report e a Wharton School, renomada escola de negócios ligada à Universidade da Pensilvânia, realizam desde 2016.

Mas, se você levar em consideração também itens como segurança, igualdade de gênero, relação com o meio ambiente, leis voltadas para a família e direitos humanos, a Escandinávia é, definitivamente, a escolha certeira. Dinamarca, Suécia e Noruega ficaram, nessa ordem, nos três primeiros lugares do levantamento, enquanto a Finlândia apareceu na sexta posição.

LEIA TAMBÉM:
– Afinal, o que faz da Dinamarca um país tão próspero (e feliz)?
– Finlândia: o país mais feliz do mundo tem ‘capital do pessimismo’
– Crianças que vivem em meio à natureza tornam-se adultos mais felizes, diz estudo dinamarquês

"Esses países costumam ter licença parental generosa, pré-escola gratuita e bons sistemas de educação pública em geral", disse Deidre McPhillips, editora sênior de dados do U.S. News & World Report, segundo registro da CNN. Canadá e Holanda completam a lista dos cinco primeiros, e o Brasil aparece em 25º lugar.

Para elaborar o ranking, o US News & World Report e a Wharton School entrevistaram mais de 20 mil pessoas nas Américas, Ásia, Europa, Oriente Médio e África. Os entrevistados são divididos igualmente em grupos formados por líderes empresariais; cidadãos com formação superior que se consideram de classe média ou superior e que leem ou assistem às notícias pelo menos quatro dias por semana; e o público em geral, com pessoas acima de 18 anos, com idade e sexo que representem a demografia de seus países.

A avaliação dos melhores países para criar filhos integra uma pesquisa mais ampla elaborada pelo US News & World Report e a Wharton School. Ao todo, o relatório avaliou 73 países a partir de 65 diferentes métricas. Na consulta específica sobre os melhores lugares para as crianças, foram considerados oito quesitos: direitos humanos, apoio às famílias, igualdade de gênero, níveis de felicidade, igualdade de renda, segurança, ensino público e sistema de saúde.

Clique aqui para conhecer o ranking completo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia também

“Scandinavian Way” é finalista nos EUA do prêmio PR Daily Awards

0
O Scandinavian Way é um dos finalistas do prêmio internacional PR Daily Awards, criado para identificar os melhores projetos do mundo nas áreas de...