Empresas escandinavas de maquinário superam a liderança alemã no setor

0
58
Empresas nórdicas superam alemãs na área de maquinário. (Foto: Unsplash via Agto Nugroho

As empresas nórdicas de maquinário vêm ganhando terreno nos últimos anos e discretamente impondo certa pressão sobre a Alemanha, referência para o mundo em precisão e eficiência. A conclusão é de pesquisa da McKinsey&Company, que mostra que os concorrentes já superam os alemães em diversas métricas, como: lucratividade, resiliência e crescimento

O levantamento analisou 50 empresas alemãs e nórdicas para ver onde elas se destacam, além de entrevistar os executivos com os melhores desempenhos. A partir disso, verificou-se um crescimento anual de 5,7% no mercado de máquinas nórdico de 2016 a 2019, superando os 5,2% registrados pela Alemanha.

Neste mesmo período, as empresas escandinavas apresentaram margens com variação entre 12% e 13%, em comparação com cerca de 6% a 9% das empresas alemãs. 

Padrão que se manteve em 2020, apesar de todas as adversidades impostas pela pandemia de Covid-19. No ano, as companhias dos países nórdicos se mostraram mais resilientes e seguiram com margens na casa de 9%, enquanto na Alemanha esse percentual foi de 4%. 

Entre outros pontos, o estudo destaca que o bom desempenho das empresas escandinavas está relacionado ao fato de elas se concentrarem em atender a setores que são grandes o suficiente para gerar uma demanda considerável, além, claro, de ter um número limitado de concorrentes. 

A pesquisa aponta ainda para necessidade de avaliação continuada do pós-venda por parte dessa indústria, usando as vantagens dos canais digitais para ampliar a satisfação do cliente e da produtividade. 

Outra sugestão para o setor é reduzir a dependência da força de vendas direta, como fazem tradicionalmente, as empresas de maquinário e adotar uma abordagem omnicanal que priorize o cliente.

Para acessar o estudo completo clique aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui