As seis marcas escandinavas que ditarão moda em 2021

0
236
Marcas escandinavas conquistam o mundo da moda. (Foto: divulgação)

O estilo nórdico é algo que, cada vez mais, tem uma identidade própria e uma legião maior de fãs. Para muitos a região é lembrada pela gigante H&M, que rivaliza no mundo com a espanhola Zara, como marca de tendência para o dia-a-dia. Mas no mundo do luxo, as exclusivas grifes dinamarquesas Helmstedt e Cecilie Bahnsen se tornaram referência em 2020. O fato é que a moda escandinava está em seu melhor momento. Prova disso é que o badalado site Who What Wear, de Los Angeles, listou as seis marcas da região que vão dar o que falar em 2021.

1. Hosberg
Fashionistas já viram peças da Hosbjerg no Instagram, com suas icônicas calças metálicas. A marca com sede em Copenhagen foi fundada em 2014 por Camilla Hosbjerg, uma ex-jogadora profissional de badminton, que conseguiu combinar sua experiência atlética com cores ousadas e estampas ousadas e extravagantes. Até agora, a Hosbjerg expandiu suas ofertas nos Estados Unidos para lojas como Urban Outfitters e Lisa Says Gah, mas prevemos que estará em muito mais lojas em 2021.

2. All Blues
Embora a cena joalheira da Escandinávia ainda não tenha explodido nos EUA como mais marcas focadas em roupas, esta é uma das apostas para 2021. E o nome mais importante neste grupo é o da All Blues, projeto dos amigos Frederik Nathorst e Jacob Skragge. Embora não seja totalmente nova – lançada em 2010 – a linha criada em Estocolmo está agora atingindo seu ritmo com peças exclusivas e cuidadosamente projetadas feitas de prata reciclada.

3.House of Dagomar
Esta marca sueca é feita para quem não abre mão da sustentabilidade e quer se vestir com linhas vanguardistas. No ano passado, a marca criou uma subcoleção de estilos com consciência ecológica chamada Good Choice, e afirma que, para 2021, 85% de todas as suas peças serão feitas de maneira ética e sustentável. Isso, claro, sem perder sua identidade única.

4. Studio Onyva
A dinamarquesa Studio Onyva se difere das demais marcas desta lista: aposta em cores, muitas cores. Ideal para as “scandi-girls” do Instagram, as peças possuem tecidos únicos, silhuetas peculiares e as estampas legais que lembram as roupas da vovó.

5. Louis Abel
Segunda marca de jóias da lista, a sueca Louis Abel se diferem no mercado. Seus brincos redemoinhos e anéis ondulados são suas marcas registradas. A novidade é que as peças são inspiradas na natureza, conta o fundador da marca, Jimmy Loutfi.

6. Sabina Sommer
Poucas coisas são mais características da moda escandinava que um vestido grande. E a dinamarquesa Sabina Sommer sabe como ninguém explorar o que essas peças proporcionam: golas grandes, vestidos grandes e mangas perfeitamente bufantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui