Artilheiro norueguês: conheça Haaland, novo fenômeno dos gols

Aos 19 anos, o goleador já bate as marcas de início de carreira de Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar; no futebol alemão, ele tem um gol a cada 12 minutos

0
383
Aos 19 anos, Haaland é hoje a esperança de gols da torcida do Borussia Dortmund, da Alemanha

No dia 18 de janeiro, em partida pela Bundesliga, o campeonato alemão de futebol, o Borussia Dortmund perdia para o Augsburg por 3 a 1 quando o norueguês Haaland entrou na partida, aos 14 minutos do segundo tempo. Em 34 minutos em campo, ele deu três chute a gol – e marcou três vezes. Sua equipe venceu por 5 a 3. Seis dias depois, contra o Colônia, o atleta novamente entrou no jogo na etapa final. Em 25 minutos, ele marcou mais dois – e deu motivos extras para que o espanto com sua capacidade de balançar redes adversárias só cresça: em apenas 59 minutos em campo pela liga alemã, uma das mais fortes do mundo, a jovem revelação norueguesa marcou um gol a cada 12 minutos.

Aos 19 anos, Erling Braut Haaland (na grafia original, Håland) já é visto como um fenômeno do ofício de fazer gols. Apenas na atual temporada europeia, que começa sempre no segundo semestre, ele marcou 33 vezes em 24 partidas disputadas. Antes dos cinco anotados em seus dois primeiros jogos pelo Borussia Dortmund, o norueguês fez, em 22 partidas na segunda metade de 2019 pelo Red Bull Salzburg, da Áustria, 28 gols. Oito deles foram pela primeira fase da Champions League, a principal competição de clubes do mundo.

LEIA TAMBÉM:
Quem é Teemu Pukki, o goleador tardio do futebol finlandês
– Futebol: conheça Pia Sundhage, a sueca que comanda a seleção brasileira feminina
– O que faz a força das escandinavas no futebol? Mais que dinheiro, oportunidade

Quando se olha os números da ainda curta trajetória de Haaland no futebol, a impressão é que tudo nela é superlativo. Mais um exemplo: no ano passado, ele defendeu a seleção da Noruega na Copa do Mundo Sub-20, disputada na Polônia entre maio e junho. A equipe norueguesa foi eliminada na primeira fase, o que não impediu o atacante de terminar como artilheiro da competição, com nove gols. Como se esse feito já não fosse impressionante o suficiente, Haaland marcou todos na mesma partida, a vitória contra Honduras por 12 a 0 (foto).

Início e trajetória
Haaland começou sua carreira no Bryne, na segunda divisão da Noruega, pelo qual fez sua estreia como profissional com apenas 15 anos. Seu clube seguinte foi o Molde, já na elite norueguesa, do qual saiu em janeiro do ano passado para defender o Red Bull Salzburg. Até o momento, em 97 jogos oficiais como profissional, ele já anotou 54 gols. A marca é superior às do brasileiro Neymar (49 gols), do argentino Messi (40), do francês Mbappé (40) e do português Cristiano Ronaldo (13), quatro dos maiores astros do futebol, em suas primeiras 97 partidas como profissionais, segundo registra o colunista Rafael Reis, do portal UOL.

Companheiros de equipe, adversários, treinadores, jornalistas e torcedores elogiam o elevadíssimo índice de acertos do jovem norueguês (para fazer cinco gols em seus jogos pelo Borussia Dortmund, ele finalizou seis vezes) e também sua desenvoltura em campo, mesmo tendo 1,94m de altura. “Ele é um fenômeno”, disse Maximilian Wöber, seu colega de time no Red Bull Salzburg logo depois da partida do último mês de setembro contra o Genk, da Bélgica, pela Champions League. Haaland marcou três gols na vitória austríaca por 6 a 2. “Mesmo com essa altura, é muito ágil e tem grande domínio de bola. É muito difícil jogar contra ele nos treinos. Só o que dá para fazer é pará-lo com uma falta.”

De pai para filho
Na casa do jovem artilheiro, o futebol vem de berço. Ele é filho de Alf-Inge (“Alfie”) Håland, meio-campista norueguês que por uma década atuou no futebol inglês, onde defendeu Nottingham Forest, Leeds United e Manchester City. Esse histórico explica o fato de Haaland ter nascido em Leeds.

Mas, local de nascimento à parte, a Noruega foi decisiva na formação do artilheiro. O Bryne, seu primeiro clube, foi também o primeiro clube de seu pai. Haaland disputou 16 jogos pela equipe e não fez nenhum gol, o que não quer dizer que a passagem por lá tenha sido uma decepção. Longe disso – e quem diz é o próprio jogador. Para ele, morar na cidade de 12 mil habitantes moldou sua visão sobre o futebol e a própria vida. “Sem a educação que tive em Bryne, eu não estaria onde estou hoje”, disse ele recentemente, segundo o jornal britânico The Guardian. “Nós temos um ambiente especial lá. Isso sempre me ajudou a não começar a achar que sou melhor que os outros. Eu sempre fui humilde, trabalhei duro e não fiquei pensando muito em outras coisas.”

ATUALIZAÇÃO: Neste sábado (1°/2), Haaland disputou sua terceira partida pelo Borussia Dortmund, a primeira como titular. O norueguês marcou dois gols na vitória por 5 a 0 de sua equipe sobre o Union Berlin.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui